Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Desassossegos de um Bardo: Introdução

Desassossegos de um Bardo.JPG

Introdução

 

O bardo era o indivíduo que transmitia histórias, mitos, lendas, tradições, costumes e poemas de forma oral, cantando-as em narrativas ao seu povo em poemas recitados. Era simultaneamente, com frequência, o músico, o poeta, o historiador e por vezes o conselheiro moralista da povoação nos tempos da antiga Europa desde a idade do ferro à pré-feudal e quase até à chegada do iluminismo, em que o termo acabou absorvido por posteriores designações. Noutras regiões chamavam-no de trovador, uma designação de origem francesa, sendo o papel de ambos idêntico e, embora este último provenha da escola do primeiro, em certas regiões foram coincidentes por uns tempos, até que a designação de bardo acabou por cair em desuso com o passar dos séculos.

O presente livro tem esse desassossego próprio dos bardos, sempre preocupados em perpetuar as memórias do passado e em sobreviver à custa das suas palavras, conselhos e canções. Aqui, nesta edição onde o bardo sou eu, a inquietação é a mesma, ou seja, deixar para a posteridade as memórias de sentires e sentimentos que foram meus. É a demonstração clara de um legado que fica para um futuro que um dia acabará por chegar. Espero que este livro, enquanto embaixador de sentimentos, se cumpra conseguindo sobreviver ao próprio autor, conforme este prevê.

 

Gil Saraiva

 

Nota: Poemas criados entre 1985 e 2020

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub