Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Devaneios de Estros Imémores - Amor na Internet - VIII

Amor na Internet.jpg

           VIII

 

"AMOR NA INTERNET"

(rap do engate da net)

 

Foi Domingo à noite, depois do jantar,

Que eu vim «pará» rua, p’ra uma volta dar...

Meu passo alarguei, «prá» Baixa de Faro,

Na Disco, pensei, não vai sair caro...

 

‘Tava chateado, pois não tinha rodas,

Sem carro é tramado, andar nestas modas...

 

A Rua do Crime tava abandonada,

Os bares sem ninguém, a Disco fechada...

De olhos no chão, tão apoquentado,

Chamou minha atenção um papel queimado:

Anunciando o Cibercafé, diversão promete,

Copos e Internet, fui ao «Seu Café».

 

‘Tava chateado, pois não tinha rodas,

Sem carro é tramado, andar nestas modas...

 

Já frente ao PC mostraram-me a rede,

Olhei, já se vê, e matei a sede...

Só que eu afinal queria o prometido:

Diversão fatal - Era-me devido...

Foi-me dito a mim "- O «IRC»

É melhor assim, você escreve e lê...

E com gente fala, deste inteiro mundo,

E quando se cala, resposta: um segundo..."

 

‘Tava chateado, pois não tinha rodas,

Sem carro é tramado, andar nestas modas...

 

Num Canal entrei e lá fui falando...

Muito conversei... e o tempo passando...

Uma da manhã: Foi a gargalhada,

(Nem conto à mamã), tinha namorada...

 

‘Tava excitado, falando de modas,

Namoro encontrado, sem usar rodas...

 

Eu falei no Turma, depois no Patota,

Fui ao Portugal sem fazer batota...

Era de Lisboa, essa rapariga,

P’la foto era boa, era mais que amiga...

Minha namorada encontro marcou,

Disse entusiasmada: "- Ao Algarve vou..."

 

‘Tava excitado, falando de modas,

Namoro encontrado, sem usar rodas...

 

O tempo passou e à data marcada,

Ela lá chegou, meio envergonhada...

Nós fomos à praia, disco e hotel,

Que daqui não saia, foi melhor que mel...

 

‘Tava excitado, falando de modas,

Namoro encontrado, sem usar rodas...

 

Não vem em disquete o IRC,

‘Tá na Internet e basta um PC,

Escrever e ler, um olho piscar,

Fácil de fazer, vou sempre voltar...

 

‘Tava excitado, falando de modas,

Namoro encontrado, sem usar rodas...

 

Gil Saraiva

 

Nota: Letra para a Banda de garagem “Rock Spot Alive” (anos 80).

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub