Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Devaneios de Estros Imémores - Na Minha Aldeia... - I

Na minha Aldeia.JPG

              I

 

 "NA MINHA ALDEIA..."

(Brincando com Alberto Caeiro)

 

Não cai neve na minha aldeia...

Mas cai o Sol

Sobre os telhados morenos,

Sobre o chão...

 

E que linda fica a minha aldeia

Quando a luz,

Vinda do azul,

Nela, placidamente,

Então se espelha

Nos azulejos postos nas paredes

Das vivendas e dos prédios,

Dos andares...

 

E que lindos são os azulejos,

Os azulejos

Cá da minha aldeia;

De cores mil,

De efeitos vivos...

 

Quadrados e quadrados

Onde a invenção do ser humano

Não dormitou

Sequer um só momento...

 

E se Picasso

Visse a minha aldeia...?

Que inveja, que pasmo,

Que palavras

Arranjaria o génio

Pra descrever

Este arco-íris esbelto,

Pelo Homem roubado à Natureza...?

 

Não cai neve na minha aldeia

Mas cai chuva,

Levando o pó que,

Nesta obra humana,

Se deposita nas Estações do Sol...

 

E logo tudo brilha,

Ri, reluz,

Aos olhos famintos de quem passa

Olhando perplexo

A minha singela aldeia...

 

Porque são lindos,

Lindos e todos diferentes,

Os azulejos pelas construções...

 

Esses pedacinhos de criatividade

Que tão bem exprimem

O gosto popular das gentes

Desta minha aldeia...

 

Ó viajante,

Se puderes,

Não deixes de vir

À minha aldeia...

 

Não cai neve,

Não cai mágoa,

Mas cai no coração

De quem aqui passeia

Esta minha bela,

Linda e singela aldeia...

 

Gil Saraiva

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub