Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Eco dos Sentidos: Na Dor - XII

Na dor.jpg

    XII

 

"NA DOR..."

 

Na dor

Nunca se encontra

O som de uma cascata,

Nunca se vê a cor do pôr-do-sol,

Nunca se sente a maresia do mar

Invadindo-nos o cérebro

Em ondas de frescura...

 

Na dor

O pano de fundo é negro

Como a noite em tempo de Lua Nova,

E as imagens são tremidas

Como foto tirada pelas mãos

De uma criança...

 

Na dor

A luz pouco mais é

Que raios cortando a escuridão

Por centésimos de segundo,

Flashes vãos,

Que não nos mostram a verdade

Iluminada à luz do dia...

 

Na dor

A cegueira esconde a cura,

A paz e a tranquilidade de tempos já vividos,

Apresentando o presente

Como uma tragédia idêntica

No futuro.

 

Na dor,

A neblina esconde o Sol,

A luz esmorece na bruma

Tornando a vida um beco perdido

Numa escuridão de trevas e incertezas…

Escuta tu,

A quem a dor bateu,

Dissimuladamente, à porta:

O presente não tem futuro,

É e existe apenas como presente,

Um presente que, em breve,

Nada mais será do que passado…

 

Porque nessa tua dor,

Na dor que doi e bem se sente,

Apenas algo não para de brilhar

Por entre a neblina,

A bruma, o nevoeiro

E o pano negro,

Tem o brilho do Universo

E a dimensão do Cosmos,

E é conhecido apenas pelo nome

Simples de Amor!

 

Sim, sim!

Tão simplesmente,

Aí, mesmo no meio,

 No meio da dor,

É possível descobrir o verbo amar!

 

Afinal,

A dor não dura eternamente…

Ou nos leva daqui, e nem avisa,

Ou deixa de existir, porque acabou,

Ou se apaga porque se esgotou…

 

Na dor,

A salvação depende de conseguir sentir

Que até na dor se vive, ri e brilha

Se lá bem no fundo

Houver amor!

 

Gil Saraiva

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub