Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Os Anexins de um Vate Sólito: Progenitores - X

Progenitores.jpg

          X

 

"PROGENITORES"

 

Passou Cronos na Terra, calmamente,

Mudou-lhe a face antiga, gasta, usada,

Para uma sempre nova, renovada,

Trocando a velha planta por semente;

 

O dinossauro imenso pela gente,

Que mudou mais ainda a Terra amada.

E tentou Cronos nunca deixar nada

Igual ao que já fora anteriormente,

 

Nem tudo a Cronos deixou transformar

Bela Cibele, mais os seus caprichos,

E quer a humanidade quer os bichos

 

Vêm só porque Juno os fez gerar.

Progenitores, foi Gaia que os manteve,

Mas como os meus não sei se alguém os teve…

 

Gil Saraiva

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub