Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Os Anexins de um Vate Sólito: A Vida Passou Pelo Palhaço - XL

A Vida Passou Pelo Palhaço.jpg                                   XL

 

"A VIDA PASSOU PELO PALHAÇO"

 

As sete raparigas, vão, sentadas,

Olhando, atentamente, com seu jeito,

Para quem entra sóbrio, direito,

No bar, à noite, nestas madrugadas,

 

Com as ânsias de serem resgatadas,

Uma a uma, por príncipe perfeito.

De vestes de verão, mostrando o peito,

Com os rostos e pernas bronzeadas,

 

Montam caçada, feita sem temores,

Aos rapazes que as cruzam, noite fora,

Valentes garanhões, que nessa hora,

 

Buscam, ali, no bar, novos amores.

É este o tempo deles e delas, sim,

Que eu, ali, não passo de arlequim…

 

Gil Saraiva

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub