Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia: Portaló - Parte I - Paisagens - III - Chegada à Bahia da Paixão

Chegada à Bahia da Paixão.JPG

                          III

 

“CHEGADA À BAHIA DA PAIXÃO”

 

Quem não queria poder

Ver mais além?

Partilhar um momento com alguém

Na chegada à Bahia,

Que encantada,

Nos recebe, ao aterrarmos,

Agradada,

Porque lhe sorrimos nós também…

 

Se olhar a Bahia,

Nessa altura,

Entre beijos trocados

Com candura,

Lá do ar,

Nas nuvens de algodão,

Nos faz tremer,

E mais, sonhar

Com a proeza agora iniciada…

Também sorrimos

Com o coração,

Porque ao descermos vamos encontrar

Um outro bem,

Um cristalino estro,

Que inspira mais do maestro,

De quem chega sabendo áquilo que vem…

 

Nada do que sentimos é em vão,

Tudo em nós fica, se retém,

Porque tudo traduz nossa paixão!

 

Gil Saraiva

 

* Parte I - Paisagens ou o Sortilégio da Paixão

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub