Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Sintra-me : XXXVIII - Timidez

Timidez.jpg

 XXXVIII

 

"TIMIDEZ"

 

Vai ao anoitecer haver luar...

Das nuvens nós faremos fértil cama

E servirão cometas, cauda em chama,

Para lençóis tecermos com vagar...

 

Vai ao entardecer ferver o ar,

Na orvalhada terra cozer lama,

E vai a própria vida arder de fama

Ao sentir duas almas gémeas, par,

 

Prontas pra se fundirem num só grito...

Vai ao anoitecer tecer a Lua

Mantas de estrelas, capas de infinito,

 

Só pra cobrir a tua forma nua...

Vai o entardecer nascer cortês

Rendido ao teu sorriso e timidez!

 

Gil Saraiva

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub