Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Sortilégio Tropical: Lua - XIII

(entre cá e lá...)

Lua.jpg

XIII

 

"LUA"

 

É sexta-feira, 13, e é cheia a Lua...

Na noite clara as mentes dormem já,

Paira no ar o som de um bacará

No sussurrar “cristálico” da rua...

 

Ofusca a luz da noite a forma nua,

Os corações repletos de oxalá,

Os corpos clandestinos de sofá,

E o supremo prazer que se acentua...

 

Por toda a parte ascendem mil amplexos

E crescem movimentos murmurados...

Vampiros, lobisomens, estão fechados

 

Porque esta noite imperam nossos sexos...

E num ato de amor meu corpo sua...

É sexta-feira, 13, e é prenhe a Lua...

 

Gil Saraiva

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub