Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Sortilégio Tropical: Torre Universitária. - XXXI

(entre cá e lá...)

Torre Universitária.jpg

              XXXI

 

"TORRE UNIVERSITÁRIA"

 

Naquele austero monte de granito,

Símbolo da ciência nossa, lusitana,

Escava a negra chuva desumana

Rios de dor, murmúrios de infinito,

 

Na pedra, eternizada pelo mito

Do doutoral poder da raça humana;

E o corpo mineral, por dentro, inflama,

Mas sem que a negra rocha solte um grito...

 

E já o Sol desponta, em seu socorro,

Curando a dor da torre dolorida

E ainda a brisa acalma a sua mágoa,

 

Quando silva no espaço, em todo o morro,

O juvenil chegar na raça querida

Trazendo a tempestade... em copo de água!...

 

Gil Saraiva

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub