Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Sortilégio Tropical: Paisagem... - XLI

(entre cá e lá...)

Paisagem.jpg

      XLI

 

"PAISAGEM…"

 

Mais uma vez o olhar bebeu paisagem,

Esse meu pobre olhar, desgovernado,

Viu searas de trigo tão doirado

Que luz davam aos verdes, qual miragem,

 

De que dois olhos de água eram imagem…

Mais uma vez fiquei, ali, parado…

E, a custo, de meus dedos fiz arado

E com eles lavrei uma massagem

 

Por vales e encostas, com ternura,

Em momentos roubados ao prazer,

Por deles, por direito, não os ter,

 

Sorrindo no secreto da loucura…

E a paisagem surgiu alva e perfeita

Nos cumes onde o vento se deleita…

 

Gil Saraiva

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub