Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Tetrásticos de Supercílio Trépido: Fados dos Dias Menores - VI

Fados dos Dias Menores.jpg                           VI

 

"FADOS DOS DIAS MENORES"

 

Casa onde não há pão,

Não pode ter harmonia,

Abunda a discussão

A qualquer hora do dia.

 

Dizem que é da recessão,

Tiram-me a alma da voz,

Se em casa me falta o pão

Para bem cuidar de nós.

 

Para bem cuidar de nós,

Sem farda, desempregado,

Cria-se ambiente atroz,

Sinto-me velho, acabado.

 

Sinto-me velho, acabado,

Antes dos sessenta anos,

E o meu único pecado

Foi votar nestes insanos.

 

Foi votar nestes insanos,

Achando ser natural

Pensar haver entre humanos

A justiça social.

 

A justiça social,

Casa, roupa e pão na mesa.

Não me digam ser normal

Haver ricos e pobreza.

 

Haver ricos e pobreza,

Pois nos pobres são maiores

Os riscos de haver tristeza,

Fados dos dias menores…

 

Gil Saraiva

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub