Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Quimeras de Quimera II: Agasalho

Agasalho.jpg

  XXVII

 

"AGASALHO"

De mim, daquil' que sou, eu sou culpado...
A minha própria vida eu esconjuro;
Sou triste e velho como um podre muro,
Sem ter a mocidade completado...

Num beco me sinto eu abandonado;
Muito sozinho, triste e sem futuro,
Na solidão da noite, no escuro,
Completamente sem significado...

Fui como rebotalho durante anos,
Fui farsa, fui mentira, fui enganos,
E tu... foste, p'ra mim, suave orvalho,

Em cada folha ser do meu esplendor...
Em cada dia... só... foste agasalho
De mim, que fui daninha erva sem cor...

Gil Saraiva

 

 

 

Livro de Poesia - Quimeras de Quimera II: Oásis

Oásis.jpg

"OÁSIS"

 

Oásis no deserto escondido,

Fonte onde, apenas eu, a sede, seco

E pela qual meu ser eu hipoteco,

Por me encontrar a ela resumido...

 

Um rio, até aqui desconhecido;

A única saída daquele beco,

No qual a minha voz não tinha eco

E no qual eu teria apodrecido,

 

Se a tempo não desse eu com a nascente,

Fugindo, logo então, de imediato,

Daquel’ recanto podre, delinquente,

 

Sinónimo de mundo e aparato,

Para esse meu oásis transparente,

Que da tua figura é o retrato...

 

Gil Saraiva

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub