Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Quimeras de Quimera II: Balança

Balança.jpg

"BALANÇA"

 

A vida, que se vive sem viver,

É o peso da morte na balança,

Que pende para o lado do sofrer

No prato negro da insegurança...

 

A vida, que se vive sem haver

Dentro dela uma mínima esperança,

É combate onde sem se combater

Se abandona o direito de mudança...

 

E se, na vida, eu não poder amar,

Sujeito-me ao consolo de chorar,

Pois que a vida, sem ti, é gargalhada...

 

É um eco cretino em minha mente...

Uma dentada dada por serpente

Nesta minha existência envenenada!...

 

Gil Saraiva

Livro de Poesia - Quimeras de Quimera II: Aqui

Fuzeta.jpg

"AQUI"

 

Aqui, na praia, voam as gaivotas;

Bate de leve o mar azul na areia;

Neste arbusto uma aranha tece a teia;

No horizonte navios cruzam rotas...

 

Na ponte, uns amadores pescam botas;

Por todo o lado, o quente Sol passeia

E só se quebra a calma cá na aldeia,

Quando os jovens ensaiam suas motas.

 

No ar sente-se o cheiro a maresia,

Cheira nas tascas a sardinha assada,

A marisco apanhado nesta ria.

 

Em toda a parte há riso, gargalhada;

Só eu fico sofrendo neste dia;

Só... por sentir distante minha amada.

 

Gil Saraiva

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub