Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Crença em um Fanal na Chona Lôbrega: A Oração do Druida - X

A Oração do Druida.jpg

              X

 

"A ORAÇÃO DO DRUIDA"

 

Ó Elementais Deuses do Mundo Conciliar

A vós peço refúgio e amparo

Contra a peste do coronavírus,

Esse bicho que não é planta ou mineral,

Procariota ou animal!

 

À Deusa Terra, heroica Epona,

a quem no Mediterrâneo

Chamam Gaia, que me dá raízes,

 

À Deusa Água, Sulis ou Sul, que me mata a sede

E me cura dos males incuráveis,

 

Ao Deus Fogo, do Sol, grande Belenus,

Que me dá coragem e alumia o meu caminho,

 

À Deusa do Ar, a Deusa mãe, Dea Matrona,

Deusa a quem também chamamos Vento,

Que me permita respirar e sentir paz,

 

A todos vós, eu peço o Sortilégio Último

Que me proteja de vírus e doenças,

De maus olhados, da vil inveja,

Dos ruins, dos impuros e das crenças

De quem o mal me quer,

Por pouco que seja.

 

Aos elementais deuses peço agora

Bem-estar, alegria e fortuna,

Que o vermelho fogo seja o sangue

Que em mim mora,

E me faça forte e não exangue,

Que a roxa luz da neblina púrpura,

Venha já, de imediato e sem demora,

Enxotar dores e sofrimento do meu eu,

E que o duro caminho que é o meu

Seja firme, abençoado e protegido,

Pela flor chamada Cravo, resguardado,

Sem mágoas de dor ou de ofendido.

 

Que os Deuses escutem o Druida,

E tragam prosperidade

E excitação pelo futuro,

Que acesa a citronela abata o muro

Afastando qualquer negatividade.

 

Que a papoila me faça feliz,

Bem-humorado e satisfeito,

Senhor de mim, da bruma,

Um ser mais perfeito.

 

Por este Sortilégio se deseja

Que tudo seja suave como espuma,

Que tudo para sempre

Assim seja!

 

Gil Saraiva

 

 

 

Livro de Poesia - Desvarios em Sol-Posto - Oração dos Partidos - III

Oração dos Partidos.jpg

              III

 

"ORAÇÃO DOS PARTIDOS"

 

CDS - Pai nosso ficai no Céu

PPM - Venha a nós o Vosso Reino

PSD - Seja feita a nossa vontade

 

CHEGA - Para mim na Terra que se dane o Céu

 

PCP - O pão Vosso de cada dia nos dai hoje

BE - Perdoai-nos as nossas ofensas

IL- Assim como não perdoamos a quem nos tem ofendido

 

PS - Não nos deixeis cair em tentação

 

PAN - E dai-nos o animal

Verdes - Ámen!

Joacine Catar Moreira: “- Então e eu?”

 

Gil Saraiva

 

Nota: Adaptação do Pai Nosso da Igreja (CAR).

 

 

 

Livro de Poesia - Eco dos Sentidos: Oração - IV

Oração.jpg

 

      IV

 

“ORAÇÃO”

(REZAR, AMAR, MATAR...)

 

OH! Deuses do Mundo Antigo,

Ancestrais Protetores do Homem,

Escutai a Oração do Bom Destino

Fazendo de mim um vosso amigo.

Antes que forças do mal me tomem,

Antes que eu entre em desatino,

Antes que em corpo de homem

Vire menino.

 

Ó Elementais Deuses do Planeta,

A Vós eu peço proteção e amparo,

À Terra que me dê raízes,

Eu peço a força do Cometa,

A precisão robusta do disparo,

O saber, que vem de Vós, juízes.

 

Da Água, quero a força do mais forte,

Do Fogo, a ousadia e a coragem.

Ao sopro, ao vento, ao Ar,

Suplico, enfim, por ter um Norte

Nesta vida que vivo de passagem

E onde apenas quero eu rezar.

Pedir, pelo direito de poder amar.

 

A Vós Elementais Deuses deste mundo,

Eu rezo pelo justo direito que à Paz

Temos todos nós, bem lá no fundo.

Se Vós quiserdes eu serei capaz,

De cumprir sortilégios num segundo,

Protegei-me dos males que vida traz,

HIV, Gripe das Aves ou Antraz…

Não quero eu maus olhados ou inveja,

Que busco por fortuna e bem-estar,

Que a vela vermelha me proteja,

Que depois de rezar eu possa amar.

 

Ah! Deuses, que meu sangue vire a cera,

Que arde no Vosso Divino Altar,

Sete pedras de sal e me façam forte,

Que roxa vela me ajude a superar

Dores, sofrimentos e má sorte

No meu duro caminho, nesta vida,

Procurando, firme e protegido, de vencida

Poder vencer o mal, vencer a morte!

 

Pela fragrância do cravo

Venha um futuro

De propriedade, riso, excitação,

Que a citronela acidifique o muro

De qualquer queixa, dor,

Lamentação.

 

A Vós, Elementais Deus das Verdades,

Eu rogo contra o negativo não,

Que o aroma a ópio traga claridades,

Mantendo feliz e hirto, em qualquer chão,

O meu ser, orando por matar saudades,

Ao implorar, rezar, amar, nesta oração.

 

Líder de mim, a alma satisfeita,

Se entrega ao mais alto Orixá,

Enquanto meu corpo se deleita,

Com Vossa Divina ajuda de oxalá.

Para que assim seja, porque assim será!

 

Gil Saraiva

 

 

 

Livro de Poesia - Paradigmas do Meu Ego:Amanhã - III

Amanhã.jpg

      X

 

"AMANHÃ"

 

A manhã passou

Pela minha pele

O radioso sorriso

Do seu Sol...

 

A dançar,

Atravessei as portas

Da alma...

 

Lá dentro

Um hino erguia-se mais alto

Com sons de dádiva

E oração...

 

Um hino à vida,

Uma melodia plena

De odores de amor,

Correndo entre essências,

Que germinam existências,

Num ocaso rubro de ilusões...

Rara visão esta!...

 

A um canto,

Para lá das portas da alma,

Um caixão coberto de flores

Parecia sozinho...

 

Porém, na sombra,

Uma velha senhora,

Aparentando ter morrido,

Velava abandonada

Numa cadeira feita de mágoa e dor...

 

Velava a morte,

Dentro do caixão,

Entre pétalas e espinhos:

Pétalas de amor;

Espinhos de tristeza...

 

A senhora,

A quem o tempo que passou

Chamou de eternidade,

Parecia não sair dali...

Todavia,

Olhando em redor,

Lá a fui descobrindo,

Um pouco

Em toda a parte!

 

Já não sofria

No canto da felicidade!...

Ria, dançando,

Ao ritmo vivo da alegria!

 

Noutro, o da saudade,

Chorava

Rios de suspiros

E lagos de esperança...

 

Mais além,

No recanto do amor,

Parecia ter dezoito anos

Tal era a orla

Repleta de Emoção...

 

A manhã passou

Pelos meus lábios

Num sensual beijo

De existir...

 

E, sem querer,

Descobri,

Nesse momento,

Porque vale a pena

Esperar por amanhã!

 

Gil Saraiva

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub