Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estro

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Estro do meu ego guarda a minha poesia, sem preocupações de forma ou conteúdo, apenas narrativas do que me constitui...

Livro de Poesia - Tetrásticos de Supercílio Trépido: Hospedagem na Praia do Amor - IV

Hospedagem na Praia do Amor.jpg                           IV

 

" HOSPEDAGEM NA PRAIA DO AMOR"

(cantado com a música de “Casa Portuguesa”)

 

Pousada Praia do Amor,

Tem um jeito de conquista.

Marineide ou Aldenor

Tudo fazem p’lo turista.

 

Quatro palavras apenas

Fazem nome sedutor,

Qual perfume de açucenas:

Pousada Praia do Amor.

 

Na receção está Camila

Com seu riso de esplendor,

Atende, sempre tranquila,

E tem voz de trovador.

 

Se modesta é a pousada,

Tão limpinha e a brilhar,

É porque sendo cuidada,

Sobra-lhe amor para dar.

 

E tem praias de paixão,

De águas quentes, de calor,

Tem nas gentes a ilusão

De ser a terra do amor.

 

Pipa disso é um bom caso,

Ali, sobre um céu de anil,

Tem numa ponta um acaso,

Rocha lembrando um barril.

 

Porque em terras do Brasil,

No Nordeste, há, afinal,

Lugares de encantos mil,

Na língua de Portugal.

 

Gil Saraiva

 

Nota: Letra para a Banda de bairro “Ecos da Cidade” (últimos 15 anos).

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Meus Blogs: Crónicas. Poesia, Humor, Beijos

Músicas que adoro

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub